Back
SHARE
coronadaily

Coronadaily em Português | Depois do inevitável | 23/03/2020

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter

Tradução de Angelica Mari

Cronycle produces a daily newsletter on Covid19 which can be found in full here.

Coronavirus

Covid-19 – Depois do inevitável | Casos 341.684 | Mortes 14.751

Resumo dos dados diários:

341.684 casos cumulativos (+26.417)

Casos ativos: 227.892 (+22.107) (este é o número de pacientes atualmente infectados)

Total de mortes: 14.751 (+1.161)

Casos graves / críticos: 10.560 (+432)

blank


Fonte: https://www.worldometers.info/coronavirus/

Curvas de óbitos (atualizadas diariamente quando do lançamento do ECDC). Atualizações importantes com gráficos por país agora estão disponíveis❗️ (Link)

***

Nas últimas 24 horas, o mundo adicionou quase um terço (26.417) do número acumulado total de casos na China (81.093) desde o início desta epidemia. Se Nova York fosse um país, seria o oitavo país mais afetado do mundo, considerando o número de casos notificados por lá (15.168).

Os números ficarão muito piores em todo o mundo, e nos EUA em particular, Naquele país, de acordo com a maioria das estimativas, está apenas sete dias atrás da Itália e têm apenas 25% de sua população sob quarentena ordenada pelo Estado. A Itália iniciou a quarentena total da Lombardia há duas semanas e o país inteiro dois dias depois (quando houve 800 mortes). Os números e histórias de baixa capacidade hospitalar que estamos prestes a ver trarão textos e imagens sombrias. É inevitável.

E, no entanto, no meio da tristeza, mais do que nunca, precisamos nos unir e fortalecer nossas comunidades. Resposta em níveis abaixo de governos federais tem se destacado nessa crise. A comunidade científica mostrou e liderou o caminho em termos de cooperação. Isso é animador e mostra a capacidade de resposta do público em geral diante de uma pandemia tão severa.

Os testes continuam aumentando em todo o mundo e esse esforço deve continuar, pois isso será necessário após esta fase de supressão da luta. Mike Ryan (diretor do Programa de Emergências em Saúde da OMS) não poderia ter sido mais inequívoco:

    “O perigo agora com as quarentenas… se não colocarmos em prática fortes medidas de saúde pública agora, quando essas restrições e bloqueios de movimento forem suspensos, o perigo é que a doença volte a se alastrar”.

Então, precisamos nos preparar para a próxima fase disso e não repetir os erros do passado. Estes erros serão mostrados cada vez mais pela imprensa. Precisamos de um plano de ação claro, além de aumentar os testes e proteger os profissionais de saúde, para aumentar a capacidade (equipamentos de proteção, ventiladores, leitos de UTI para citar algumas das ações mais importantes). Precisamos superar a raiva que erros que a política pode gerar e usá-la como um catalisador para mudanças e ações na comunidade e em nível individual. No meu post de ontem (“Somos todos assassinos?”), previ que o COVID19 será o início de um ressurgimento em empresas comuns.

Precisamos nos preparar para ‘depois do inevitável’.

Discover the power of Cronycle for Teams

What to read next